ÚLTIMAS AÇÕES
recent

Prefeitura e Estado seguem com trabalho conjunto para atender casos de Toxoplasmose na cidade

 Relatório de atualização de investigação do surto, apresentado nesta sexta-feira, apresenta 176 casos confirmados (Foto: João Alves)


Ambulatório específico para exames oftalmológicos e credenciamento de novos laboratórios estão entre as novas medidas adotadas

A Prefeitura de Santa Maria e o Governo do Estado do Rio Grande do Sul seguem trabalhando, de maneira conjunta, para tratar o surto de Toxoplasmose identificado na cidade. Nesta sexta-feira (04), durante uma coletiva de imprensa, os órgãos anunciaram novas ações que estão sendo adotadas para enfrentar o problema.

Durante a coletiva de imprensa, realizada na 4ª Coordenadoria Regional de Saúde (4ª CRS), o prefeito Jorge Pozzobom destacou a atuação conjunta das instituições, agradecendo a parceria com o Estado e, também, com o Hospital Universitário de Santa Maria (Husm), além de reforçar a importância de incentivar medidas de prevenção junto à população.

"Estamos trabalhando para atender a todas as demandas que chegam. O trabalho conjunto é essencial para que possamos alcançar resultados positivos. Por isso, agradecemos a parceria e o empenho dos nossos profissionais, do Estado e do Husm", destacou o prefeito Pozzobom.

Na oportunidade, o secretário estadual da Saúde, Francisco Paz, anunciou um pacote de medidas que serão adotadas para tratar o surto na cidade. Entre elas, estão a abertura, na próxima semana, de um ambulatório específico para exames oftalmológicos de pacientes suspeitos ou portadores da doença (que funcionará cinco dias por semana); o credenciamento de laboratórios de Santa Maria para a realização de exames que possam fazer a contraprova da toxoplasmose; e a busca, junto ao Ministério da Saúde, de mais medicamentos para tratar a doença.

Também na coletiva, o secretário destacou que os órgãos seguem, além de trabalhar no atendimento dos pacientes, buscando o foco da contaminação, por meio da análise da água, de carnes e hortifrutigranjeiros.

"As informações colhidas até aqui estão nos ajudando a caminhar com tranquilidade. Ainda não temos clareza sobre a fonte de contaminação, e essa é uma das nossas grandes preocupações. Mas, seguimos empenhados trabalhando e pedimos algo muito importante: que as gestantes somente tomem água fervida e não consumam alimento crus, e que os profissionais sigam notificando os casos", enfatizou Paz.

CASOS CONFIRMADOS CHEGAM A 176

Durante a coletiva, a diretora do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS), Marilina Bercini, apresentou os dados do relatório de atualização de investigação do surto. Até o momento, são 681 casos notificados. Desses, 421 são considerados suspeitos, sendo que 176 já foram confirmados (confira, aqui e abaixo o relatório completo).

"Essas novas medidas nos deixam mais tranquilos e estamos, todos juntos, buscando soluções. Nosso principal pedido é com relação às medidas de prevenção, que as pessoas tenham os hábitos de higiene e que as gestantes, que são a nossa principal preocupação, é que procurem as Unidades de Saúde, façam os exames e o pré-natal", enfatizou a secretária de Saúde do Município, Liliane Mello Duarte.

A coletiva de imprensa também contou com a presença da superintendente do Husm, Elaine Resener; do delegado da 4ª CRS, Roberto Schorn; e do diretor do Departamento de Ações em Saúde (DAS), Elson Farias.


– 681 notificações (casos suspeitos, encaminhados de diversas fontes)
– Desses total, 421 casos são suspeitos e 260 ainda serão classificados
– Do total de suspeitos, 176 casos foram confirmados (sendo 20 gestantes)
– 26 casos descartados
– 219 casos em investigação (sendo 85 de gestantes, 2 casos de óbitos fetais e um caso de aborto)
– Os casos são referentes a 19 bairros de Santa Maria


Texto: Mariana Fontana (Mtb 17.770)
Fotos: João Alves (Mtb 17.922)
Superintendência de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria

Tecnologia do Blogger.